Entidade certificadora privada vai tornar empresas caboverdianas mais competitivas

Partilhar nas redes sociais
  • 2
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

Duas câmaras de comércio vão implementar a nova entidade certificadora, na sequência de um acordo assinado com o Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual. A entidade privada vai certificar produtos, formações e assistência técnica às empresas, avança o jornal 'Económico Cabo Verde'.

As câmaras de comércio do Barlavento e do Sotavento vão implementar em breve a Entidade Certificadora cabo-verdiana, na sequência do acordo assinado entre essas instituições e o Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI).

A criação desta entidade certificadora privada foi um dos motes da jornada técnica sob o lema “Internacionalização da Economia Cabo-verdiana”, irá concluir o acordo de cooperação, assinado entre as câmaras de comércio de Cabo Verde e o IGQPI.

O acordo, segundo o secretário-geral da Câmara de Comércio de Barlavento (CCB), Adriano Cruz, é de “certo modo vasto, mas com uma incidência bastante particular em matéria de qualidade” e permitirá às duas câmaras contar, pela primeira vez, com uma entidade certificadora privada em Cabo Verde, a Entidade Certificadora Cabo-Verdiana.

“Trata-se de um acordo que abre caminho à formação profissional das empresas e especialistas, abre oportunidade para também a delegação de algumas competências em matéria de certificação de sistemas e o mais importante ainda é a certificação de produtos”, explicou Adriano Luz, adiantando que o contrato terá outras valências, como a assistência a empresas e comunidades empresariais cabo-verdianas.

Foto:


Partilhar nas redes sociais
  • 2
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares