O Insular de Notícias descobriu a fortuna dos dois principais candidatos a Presidente da Madeira. Sabemos quanto ganham, quanto devem, o que guardam na garagem e também o que escondem

Partilhar nas redes sociais
  • 46
  •  
  •  
  •  
    46
    Shares

O Insular de Notícias foi descobrir o que separa e une os dois homens que concorrem ao lugar da Presidente do Governo Regional da Madeira para os próximos quatro anos. Dentro de 18 dias se saberá quem vence a contenda, mas o nosso jornal foi investigar antes um pouco mais sobre a vida financeira, remuneratória, pessoal e patrimonial de cada um deles. E descobriu coisas fantásticas.

Texto João Bénard Garcia

Paulo Alexandre Nascimento Cafôfo, 48 anos, nascido em Santa Luzia, o ex-presidente da Câmara Municipal do Funchal, que deixou o cargo a meio do mandato para se candidatar como cabeça de lista pelo Partido Socialista (PS) às Eleições Regionais é divorciado, tem dois filhos, um carro, um Renault 4L vemelho com 36 anos na garagem, uma motocicleta LML e um veículo Smart For Two que ainda estará a pagar a crédito à Mercedes Benz, Financial Services, embora não especifique nem os valores em dívida, nem se se trata de um empréstimo para compra do Smart, e muito menos o prazo do crédito.

O ex-professor de História, que se formou na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, deverá morar num apartamento arrendado no condomínio Vista Mar, na zona do Clube Naval, no Funchal, pois o único crédito que declarou, em 2013, foi o de uma casa comprada em 2002 em Madalena do Mar, na Ponta do Sol, por 91.800 €, que em 2014 já valia 153.500 €, e na última declaração oficial aparece limpo de dívidas, excepto a do pequeno carro utilitário.

Na declaração de rendimentos que entregou no Tribunal Constitucional, em Lisboa, o ex-presidente da autarquia funchalense declarou ter ganho 82.760,26 € em 2018 quando, em 2012, antes de chegar à política, auferiu apenas 43.102,06 €. Ou seja, com o exercício de funções políticas, Cafôfo conseguiu ganhar o dobro do vencimento que tinha enquanto professor de História no ensino secundário.

Quem quiser descobrir quanto Paulo Cafôfo tem depositado nas contas bancárias que possui no BPI e no Novo Banco será melhor fazer um 'workshop' de Sherlock Holmes, pois o candidato não revela se lá tem cêntimos ou milhões. Deixa o IBAN das duas contas, quem quiser que investigue.

O ADVOGADO-FLORICULTOR QUE HERDOU QUINTAS DA FAMÍLIA

No lado político oposto (PSD) nesta corrida eleitoral está o actual Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Filipe Machado Albuquerque, 58 anos, natural de Arco de São Pedro, em Santana, divorciou-se três vezes, é pai de cinco filhos e já é avô. Advogado de profissão, floricultor por paixão, por ter herdado terrenos da família, levou a peito a máxima de que “a Madeira é um jardim” e cultiva nas suas terras mais de 3 mil espécies de rosas, que comercializa.

Se muita coisa separa os dois rivais políticos na “Pérola do Atlântico”, há, porém, uma coisa que definitivamente os une: os Smarts. Miguel Albuquerque também um Smart For Two, mas Cabrio Plus, para poder viajar sem capota pelas estradas da Madeira.

Sócio nas empresas familiares Machado Albuquerque, Lda e Andrade de Albuquerque, Lda, ambas com sede na Quinta do Arco, no sítio da Lagoa, na freguesia do Arco de São Jorge, concelho de Santana, tem prédios em várias localidades da ilha, mas também um terreno com casa no sitio das Pedras Negras, em Porto Santo. Albuquerque foi ainda sócio, entre 2013 e 2015, a meias com Pedro Calado, o seu atual Vice-Presidente no Governo Regional da empresa Malpec – Investimentos, Lda, uma firma de consultoria financeira e de investimentos que teve sede na Rua das Aranhas, no Funchal, na Zona Franca da Madeira.

Na ilha da Madeira possui casas e terrenos em São Martinho, no Funchal, quintas com casas rústicas em Santana, um património que está avaliado pelas finanças em 566.678,95 €, mas cujo valor de mercado deverá ser superior, como é normal.

Ao Tribunal Constitucional, Miguel Albuquerque declara ter dois créditos bancários, um de 100 mil euros no Novo Banco do qual ainda devia em 2018 69.714,65 € e que durará até 2031; e um de 220 mil euros no Santander, do qual ainda deverá 186.470,61 € e que terminará em 2031.

O actual líder do Governo Regional reside num apartamento no condomínio Alta Vista, nas imediações do complexo hoteleiro Belmond Reid’s Palace, na Estrada Monumental, declara ter em três contas bancárias pouco mais de 10 mil euros e apresentou em 2013 rendimentos brutos de 48.237,22 €, ano em que deixou de ser autarca do Funchal.

 

Fotografia: Gregório Cunha


Partilhar nas redes sociais
  • 46
  •  
  •  
  •  
    46
    Shares